Nós Somos

A Cia. de Teatro Tumulto, formada por atores da Cidade de Deus e de outras comunidades do Rio de Janeiro está ligada diretamente à CUFA , sob direção geral de Anderson Quak e Liz Oliveira.
Tem como objetivo primordial ofertar novas telas e óticas para o teatro brasileiro. Reforçar os laços de cultura com a população de acesso restrito. Como lema, os atores adotaram a máxima:
Tumultuar. Contrariar o óbvio. Impressionar. Desconcertar. Mexer com quem está quieto.”
São produções de qualidade, propostas inovadoras, num teatro comunitário ousado e uma arte comprometida com as questões do homem contemporâneo.
O núcleo de dramaturgia se prolifera a cada movimento distinto em classes especializadas para jovens e crianças.
Promove o intercâmbio cultural, por meio de mesas de relacionamentos, debates, encontros artísticos e governamentais, e marca sua presença na inserção sócio-cultural.
Conquistou o apoio cultural de representantes do teatro brasileiro, como Lázaro Ramos, Maria Padilha, Babu Santana, Mariana Ximenes, Guida Viana, Thais Araújo, Tereza Gonzalez e muitos outros tumultuadores.
A inserção de parcerias, apoios e patrocínios, por partes privadas ou governamentais, contribuirão para a expansão e profissionalização teatral, com efeito multiplicador comunitário.
Mundo afora, a Cia de Teatro Tumulto recebe o apoio da Secretaria da Cultura do Governo do Estado.

Capítulos Artísticos

· Prazer em Família

· Paranóia Carioca
· Carroça da História
· Paparutas
. Navio Negreiro
· A Nóia da Paranóia
· Papo Calcinha

. Burgues da Lata

segunda-feira, dezembro 08, 2008

Prêmio Hutúz 2008_Carnaval Hutúz



No dia 27 de novembro não havia mais espaço para tanta alegria, energia e foliões felizes no palco do Canecão.

A TUMULTO, saída do telão para o palco do Canecão (até rimou) fez a abertura do Prêmio Hutúz 2008_Carnaval Hutúz junto com o grupo Maracutaia, e sacudiu com força total a platéia que lotava o Canecão.

Interessante foram alguns artistas se reconhecerem no vídeo através das caracterizações feitas pelos atores da Tumulto, além de Ivo Meirelles representado pelo ator Leandro Santos, estavam presentes na platéia e no vídeo, Quitéria Chagas e Selminha Sorriso, representadas respectivamente por mim, Lutieni Galiza e a atriz Dilene Prado.
Só faltou o Neguinho da Beija-Flor, que estava representado pelo ator Thinnyn Magalhães.

A noite de premiação foi marcada por muita expectativa e alegria por parte da platéia e dos indicados ao Prêmio Hutúz 2008, que tinha os atores da Cia Tumulto, Paulo Hasta e Cacau Amaral também entre eles, nas categorias DEMO MASCULINO e HIP HOP CIÊNCIA E CONHECIMENTO.

Dentre tudo que vi, um dos pontos altos foi quando MV Bill, quem anunciou os indicados e entregou o prêmio de Melhor Vídeo Clipe, mandou o papo reto para a MULTISHOW, uma das promotoras do evento, a respeito da exibição dos vídeos clipes de hip hop nacionais em seu canal, considerando que os clipes exibidos no Hutúz foram muito bem produzidos e que houve uma melhora fabulosa na qualidade deles de 2 anos pra cá, segundo avaliação do próprio Bill. Então qual era a desculpa para a MULTISHOW não exibi-los?
Se liga MULTISHOW!!!

Outro momento alto foi da fala de Tony Tornado, grande ator e cantor negro, de que o Prêmio Hutúz o fez lembrar de sua conquista no V Festival Internacional da Canção, com a música "BR-3".

E fechando com chave de ouro, a bateria da Portela levou o Canecão à loucura com muito samba e lindas passistas misturadas aos manos e às minas no palco quebrando as cadeiras e sambando tudo!!!

Agora é esperar pelo ano de 2009, quando o Hutúz fecha o seu ciclo de 10 anos, após dar visibilidade e mostrar o poder que há na cultura Hip Hop para que esta mantendo-se forte, lance novos talentos e premie novos nomes através de novos eventos pelo Brasil.


Por Lutieni Galiza
atriz da Cia de Teatro Tumulto
lutieni@yahoo.com.br

Um comentário:

glauber disse...

Oi prof.
Qero so ver qndo
vai ter aula