Nós Somos

A Cia. de Teatro Tumulto, formada por atores da Cidade de Deus e de outras comunidades do Rio de Janeiro está ligada diretamente à CUFA , sob direção geral de Anderson Quak e Liz Oliveira.
Tem como objetivo primordial ofertar novas telas e óticas para o teatro brasileiro. Reforçar os laços de cultura com a população de acesso restrito. Como lema, os atores adotaram a máxima:
Tumultuar. Contrariar o óbvio. Impressionar. Desconcertar. Mexer com quem está quieto.”
São produções de qualidade, propostas inovadoras, num teatro comunitário ousado e uma arte comprometida com as questões do homem contemporâneo.
O núcleo de dramaturgia se prolifera a cada movimento distinto em classes especializadas para jovens e crianças.
Promove o intercâmbio cultural, por meio de mesas de relacionamentos, debates, encontros artísticos e governamentais, e marca sua presença na inserção sócio-cultural.
Conquistou o apoio cultural de representantes do teatro brasileiro, como Lázaro Ramos, Maria Padilha, Babu Santana, Mariana Ximenes, Guida Viana, Thais Araújo, Tereza Gonzalez e muitos outros tumultuadores.
A inserção de parcerias, apoios e patrocínios, por partes privadas ou governamentais, contribuirão para a expansão e profissionalização teatral, com efeito multiplicador comunitário.
Mundo afora, a Cia de Teatro Tumulto recebe o apoio da Secretaria da Cultura do Governo do Estado.

Capítulos Artísticos

· Prazer em Família

· Paranóia Carioca
· Carroça da História
· Paparutas
. Navio Negreiro
· A Nóia da Paranóia
· Papo Calcinha

. Burgues da Lata

sexta-feira, fevereiro 13, 2009

Teatro de qualidade!

Hoje alguns atores da Cia. de Teatro Tumulto tiveram o GRANDE PRAZER de poder assistir um espetáculo de qualidade, realizado na Caixa Cultural no Centro do Rio de Janeiro.
Hospital da Gente, realizado pelo Grupo Clariô, fundado em São Paulo que estava pela primeira vez no Rio de Janeiro trouxe no elenco 8 atrizes que deram um show de interpretação fazendo com que o publico ficasse arrepiados do começo ao fim.
As atrizes interpretam contos femininos, sonhos e desvarios dessas mulheres à margem. São mães, prostitutas, batalhadoras, tão comuns e tão singulares em seus dramas.
Era possivél notar a verdade em cada cena, em cada passo dessas brilhantes atrizes, o que nos fez viajar junto com elas, interagir e quebrar a barreira.
Impossivel dizer que uma foi melhor do que a outra, acho eu que o conjunto e a harmonia delas fizeram esse espetáculo ser o sucesso que foi.
Além das musicas de grande impacto (Compostas por Naruma Costa), não podemos esquecer da rádio comunitária "Eita Poxa Fm" que foi um show a parte, o cenário que reproduzia uma favela onde o publico podia transitar e conhecer bem de perto cada história.

Um verdadeiro ESPETÁCULO!!!
PARABÉNS GRUPO CLARIÔ!!!

Texto: Marcelino Freire
Direção: Mario Pazzini
Elenco:Alaissa Rodrigues, Paloma Oliveira, Maira Galvão, Martinha Soares, Jusy Nonato, Janaína Batuíra, Naloma Lima e Naruna Costa.
Agora pesquisando um pouco sobre o grupo:

O Grupo Clariô de Teatro nasceu em 2002, reunindo atores de diversas formações com o objetivo de fortalecer o movimento teatral de Taboão da Serra(São Paulo) foi desenvolvendo sua própria linguagem, enraizada nos arrabaldes da cidade, com o objetivo de criar um teatro de ACESSO, um teatro para todos os públicos. O Espaço Clariô foi inaugurado em 2005 para sediar o grupo e suas criações, possibilitar a pesquisa e abrigar seus espetáculos e outras iniciativas culturais. Localiza-se na fronteira entre Taboão da Serra e São Paulo, região muito carente e precária, abandonada, como tantas outras, pelo poder público.
Cintia Cunha
Atriz da Cia de Teatro Tumulto

6 comentários:

Paulo Rhasta disse...

Realamente que espetáculo maravilho!É o tipo de espetáculo que gosto de ver e fazer, as atrizes sabiam o que queriam: causar impacto com suas interpretação e deixavam o publico imovel com suas falas.O recado foi dado,ao contrario da direção formidavel de Mario Pauzini, que não deixou ninguem do público parado levando de um lado para o outro.Ora mudando de lugares nos bancos, ora entrando pelos becos e cafofos do cenário espetacular.

Cacau disse...

O que mais dizer?
Gostei tanto que assisti duas vezes. Sexta fiquei chapado com a dinâmica das mudanças de lugar que o Paulo cita e me senti dentro demais da peça. É extranho elogiar tanto um espetáculo, mas não há outro caminho. A interação do público foi inevitável. Não tem como você não acreditar que está ali em cena.

quintasoito disse...

Obrigada tumulto pela acolhida e generosidade conosco!
Maravilhoso poder estar no Rio de Janeiro e aumentar nossa teia com pessoas tão honestas e integras na tentativa de mudar o que está aí!
Somos da mesma familia e espero que estajamos cada vez mais juntos na luta para CLARIAR as mentes e TUMULTUAR os corações!
E viva!
Muito axé!
Naruna Costa
Grupo Clariô de Teatro.

maira disse...

MEU DEUS!!!COMO VOCÊS SÃO GENEROSOS E COMPANHEIROS...E AMADOS,E NOS DERAM UMA FORÇA SEM TAMANHO...OBRIGADA INÚMERAS VEZES!ESTOU FELIZ COM OS COMENTÁRIOS, COM AS PESSOAS E OS LUGARES QUE CONHECI,VOCÊS ME FIZERAM TÃO FELIZ QUE ME DÁ VONTADE DE CHORAR PELOS ATORES ,DIRETORES,E ACIMA DE TUDO PELAS PESSOAS QUE SÃO.OBRIGADA DEUS,OBRIGADA CIDADE DE DEUS.SOMOS IRMÃOS PARA SEMPRE,SOU NEGRA DE ALMA E DE ESPÍRITO.SÓ A PELE RESOLVEU SE REBELAR E NASCEU BRANCA...rsrs

Roderich disse...

O Elenco formado por oito atrizes talentosas e com uma energia super positiva, um cenário tangível e uma direção incrível de Mario Pauzini, resultaram neste espetáculo simplesmente esplendoroso.
Assistindo a montagem da vontade de entrar e fazer parte.
A indetificação do trabalho do grupo " Clariô" tem muita semelhança com o trabalho da "Cia de Teatro Tumulto", Por isso que houve este entrosamento de ambos os grupos.
Aguardem vocês vão ouvir muito ainda nas parcerias que estas duas Companhias irão fazer juntas.

Clariô disse...

Salve!
O Grupo Clariô só tem que agradecer a acolhida da Cia Tumulto e da CUFA! Parabéns!
É bom saber que temos irmãos de luta pelo brasil afora! VIVA!
Vamos torcer para essa parceria continuar!
Axé!

Naloana Lima
Grupo Clariô de Teatro