Nós Somos

A Cia. de Teatro Tumulto, formada por atores da Cidade de Deus e de outras comunidades do Rio de Janeiro está ligada diretamente à CUFA , sob direção geral de Anderson Quak e Liz Oliveira.
Tem como objetivo primordial ofertar novas telas e óticas para o teatro brasileiro. Reforçar os laços de cultura com a população de acesso restrito. Como lema, os atores adotaram a máxima:
Tumultuar. Contrariar o óbvio. Impressionar. Desconcertar. Mexer com quem está quieto.”
São produções de qualidade, propostas inovadoras, num teatro comunitário ousado e uma arte comprometida com as questões do homem contemporâneo.
O núcleo de dramaturgia se prolifera a cada movimento distinto em classes especializadas para jovens e crianças.
Promove o intercâmbio cultural, por meio de mesas de relacionamentos, debates, encontros artísticos e governamentais, e marca sua presença na inserção sócio-cultural.
Conquistou o apoio cultural de representantes do teatro brasileiro, como Lázaro Ramos, Maria Padilha, Babu Santana, Mariana Ximenes, Guida Viana, Thais Araújo, Tereza Gonzalez e muitos outros tumultuadores.
A inserção de parcerias, apoios e patrocínios, por partes privadas ou governamentais, contribuirão para a expansão e profissionalização teatral, com efeito multiplicador comunitário.
Mundo afora, a Cia de Teatro Tumulto recebe o apoio da Secretaria da Cultura do Governo do Estado.

Capítulos Artísticos

· Prazer em Família

· Paranóia Carioca
· Carroça da História
· Paparutas
. Navio Negreiro
· A Nóia da Paranóia
· Papo Calcinha

. Burgues da Lata

domingo, março 01, 2009

"Cia. Tumulto qual é sua missão? Ser artista Carioca e faturar o ganha pão!"




1° de março aniversário do Rio de Janeiro e como sempre festa na cidade!! Em Copacabana?? Barra da Tijuca?? Não!! Festa na CIDADE DE DEUS!!! E que festa linda, o povo todo na rua com um único intuito se divertir.
Aqui estamos, Cia. de Teatro Tumulto marca presença nessa grandiosa festa apresentando um show maravilhoso digno do Rio de Janeiro.
Às 10 horas, o elenco começa a chegar, aquecimento antes do ensaio para soltar o corpo e ficar mais leve, tava muito calor, os atores cansados, mas nenhum deixou que a peteca caísse e mantiveram-se no espírito. Já no ensaio notava-se que seria algo muito especial, pois a peça era alegre, com coreografias perfeitas e músicas
escolhidas a dedo.

Conforme o tempo ia passando o nervosismo tomava conta, natural antes de qualquer espetáculo, você sente aquele frio na barriga... Todos colaborando uns com os outros, troca de roupa, maqueia daqui, prende cabelo dali, faz tranças, corre pra lá, corre pra cá... 5 minutos, vamos gente, vamos embora! rs


E chega a grande hora... Lotado o espaço, milhares de pessoas todas paralisadas, rindo, cantando junto com a Cia. Que coisa bonita de se ver...
"Paranóia Carioca" que foi dirigido por Cico Caseira encantou o público.




Uma das coisas belas de se ver foi o jogo que fizeram com guarda-chuvas, cada um de uma cor que formava um colorido perfeito e encantador.
Mostramos mais uma vez nosso valor e, que não viemos para brincar... Como já havia dito antes nossa brincadeira é séria, muito séria!!!
A todos os atores PARABÉNS pelo show, vocês simplesmente conseguiram hipnotizar quem ali estava com carisma, dedicação e muita arte.



Ver vocês ali naquele palco foi INCRÍVEL!!!


Parabéns àquelas pessoas que por trás das câmeras ficaram. Certamente, eles deram um show, mas o resultado disso foi a soma de um trabalho que veio antes!!!

Porque estamos aqui para isso, somar sempre e mostrar que o trabalho de todos resulta em um espetáculo lindo!!


Orgulho de estar aqui e pertecer a esta FAMÍLIA!!!



Como não podia faltar, MV Bill também abrilhantou o palco com suas músicas de grande impacto, o cara dispensa comentários. Nascido e criado na CDD deu a volta no preconceito e mostra o valor da favela. Suas músicas são criticadas por muitas pessoas, talvez porque muita gente se sinta incomodada com o que ele fala... A verdade às vezes machuca, né? Ainda mais na sociedade que vivemos.

Além de MV Bill tiveram no palco da CDD: Mart'nalia, Dudu Nobre, Caetano Veloso e o cantor angolano Yuri da Cunha, acompanhado pela sua banda e bailarinos.
Nega Gizza e Eri Jonhson arrasaram como Mestres de Cerimônia.









Cintia Cunha



Atriz da Cia. de Teatro Tumulto

5 comentários:

Prince Wah disse...

Hope you will come to visit my blog

http://pwshowroom.blogspot.com/

Have a nice day

Nelson disse...

ESTAR NAQUELE MOMENTO MAGICO FUI O COMEÇO DAS MELHORES COISAS QUE AINDA ESTAÕ POR VIR.
NOS CIA TUMULTO MERECEMOS ISSO E MUITO MAIS PELO NOSSO ESFORÇO NOSSA GARRA NOSSA DETERMINAÇAÕ E LUTA NOS MATAMOS POR DIA MAIS DE UMA DUZIA DE LEÕES,MAIS ESTAMOS PRONTOS PARA ISSO E PARA O QUE VIER.QUAL E NOSSA MISSAÕ:SER ARTISTA CARIOCA EFATURAR O GANHA PAÕ.
MESMO QUE ALGUMAS PESSOAS NAÕ QUEIRAM ESTAMOS PRONTOS.
NELSONDAVI.FOTOGRAFO DA CIA DE TEATRO TUMULTO.MEXENDO COM QUEM TA QUIETO

Paulo Rhasta disse...

"De galhos irregulares, armada de duros e afiados espinhos, com folhas longas, grossas, profundamente recortadas e espinhos nas nervuras, esta é a FAVELA."
Mas dia 1º de março não foi assim não.Era como uma árvore frondosa, frutífera com os seus frutos, Mv Bill, Kamilla e Cia Tumulto, saboreados, desejados pelas as pessoas que apreciavam com um olhares "mag"... Magníficos(mágico ja muito distant cousin falando isso.rs).
Garanto que será um dia inesquecível para 20 mil pessoas, acho que tinha mais. A PM "nunca é precisa" nesses cálculos. O importante foi ver tante preto junto, felizes como merecemos ser.

Lutieni Galiza disse...

Apresentar a esquete "Paranóia Carioca", sob a combinação efervescente da direção de Cico Caseira e o palco com a exata temperatura de 40º dentro da C-i-d-a-d-e-d-e-D-e-u-s foi muito emocionante. Não vai dar pra esquecer. Sentir a vibração daquela platéia foi maravilhoso!
A Cia de Teatro Tumulto além de levar arte a tantos vizinhos que de repente, pouco vislumbram a possibilidade de ir ao teatro, emocionou a galera ao possibilitar a todos a chance de sentirem orgulho de se verem representados naquele palco por seus filhos-artistas, num espaço que dividimos com artistas robustos, de peso.
Estamos criando uma couraça que suportará também a robustez, a maturidade e a qualidade que conquistamos dia-a-dia em nosso trabalho.
Parabéns Cia de Teatro Tumulto!
Isso certamente é fruto de uma sementinha bem cuidada, resultado de um trabalho iniciado há tempos e que se mantém vivo, pulsante, mexendo com quem tá quieto, devido o carinho e a dedicação incessante dos seus dirigentes, atores, padrinhos e colaboradores, um trabalho do qual tenho a oportuna e feliz chance de ser participante.

Sucesso!

Lutieni Galiza
atriz da Cia de Teatro Tumulto e prof.ª de Teatro

Joanna disse...

Nóia da Paranóia... mais um trabalho lindo da Cia. de Teatro Tumulto que me deixou emocionada!

É com muita satisfação que deixo os parabéns para meus amigos, que não deixaram a peteca cair.

Foi mais um momento de crescimento nesse caminho que escolhi para seguir!

Vamo q vamo!

Bjus a todos!

Joanna Lopez
Atriz da Cia. de Teatro Tumulto